Atores interpretam personagens da história em visitas guiadas ao Senado

Brasília - Até domingo (18), turistas e moradores da capital que participarem das visitas guiadas pelo Congresso Nacional terão oportunidade de assistir a uma programação diferente. Em homenagem à Proclamação da República, comemorada hoje (15), a Secretaria de Relações Públicas do Senado organizou a segunda edição do projeto Visite Encena, em que atores fantasiados de personagens que contam parte da história do Brasil aos visitantes. A secretaria espera que 1,6 mil pessoas visitem o Congresso e confiram a novidade até o fim das apresentações.

Segundo o coordenador de visitação institucional do Senado, Aguirre Estorilio, a proposta foi inspirada em outros projetos de visita encenada, como o da Academia Brasileira de Letras (ABL). "Acho que é algo que emociona pela materialização das personagens históricas. A primeira edição do projeto foi em 2010, nas comemorações dos 50 anos de Brasília. Os atores representaram Juscelino [Kubitschek, presidente responsável pela transferência da capital do Rio de Janeiro para Brasília] e um casal de candangos. Neste feriado, a temática escolhida é a República.”Tiradentes, herói da Inconfidência Mineira, o senador abolicionista Aristides Lobo, o ex-presidente da República Itamar Franco (1992-1994), que também foi senador, e a República, interpretada por uma atriz, foram as figuras escolhidas para compor esta edição do projeto. As personagens foram encarnadas pelos atores Marcos Davi, Jhoeber Duarte, Albert Carneiro e Rebeca Castelo Branco, integrantes da companhia brasiliense Caixa Cênica.

Os visitantes que foram ao Congresso no feriado aplaudiram a encenação e tiraram fotos dos atores caracterizados. Apesar de morar em Brasília desde 1979, a servidora pública Alcilea Alves, de 60 anos, participou pela primeira vez da visita às dependências da Câmara dos Deputados e do Senado. Acompanhada da neta Rafaella, 5 anos, ela foi agradavelmente surpreendida pela performance dos atores. "Acho que a fala [dos atores] mexe com o coração da gente, com aquela coisa de ser brasileiro. Na minha época de criança, na escola, havia mais patriotismo. Hoje as pessoas não se emocionam tanto", disse ela.

Na opinião do ator Marcos Davi, que interpreta Tiradentes, o projeto capta a atenção das pessoas para detalhes da história do Brasil. "A história se torna mais interessante e compreensível do que se um professor falasse em sala de aula. Acho interessante como principalmente as crianças ficam vidradas pelo Tiradentes", comentou. 

De manhã, as visitas especiais podem ser feitas às 9h30, 10h30 e 11h30 e, à tarde, às14h30, 15h30 e 16h30. Nos demais horários, há visitação normal, sem a participação dos atores.

O Congresso Nacional é aberto à visitação dos cidadãos de segunda a domingo, incluindo feriados, das 9h às 17h. Não é preciso pagar nenhuma taxa.