Jennifer Lopez processa motorista em US$ 20 milhões por extorsão 

Jennifer Lopez está processando seu ex-motorista Hakob Manoukian em US$ 20 milhões por extorsão. Segundo a cantora, o empregado pediu US$ 2,8 milhões ou iria contar à imprensa e às autoridades segredos que ouviu enquanto trabalhava para Lopez. O processo é uma resposta a uma ação do condutor, que alega que foi forçado a se demitir de seu cargo após ser duramente repreendido por Benny Medina, empresário de J.Lo. As informações são do site TMZ.

De acordo com o site, a cantora diz no processo que Manoukian se embriagou com seu poder e tentou controlar toda a equipe de segurança de Lopez, pedindo um salário maior por isso. Quando foi demitido, o motorista teria feito a ameaça de vazar as informações, que seriam "altamente embaraçosas" e que poderiam incriminá-la.

Jennifer Lopez esteve no Brasil duas vezes em 2012. Em fevereiro, ela foi a estrela internacional de um camarote do Carnaval carioca. Ela ainda voltou para quatro shows em São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife, no final de junho e início de julho.