Júri do caso Michael Jackson chega a um veredicto 

A leitura será televisionada ao vivo e transmitida pela internet em todo o mundo

O júri do julgamento por homicídio culposo do médico de Michael Jackson, Conrad Murray, chegou nesta segunda-feira a um veredicto, que será lido publicamente em até duas horas, informou a Suprema Corte de Los Angeles.

Quase três horas depois de ter iniciado seu segundo dia de deliberações às 08h30 (14h30 de Brasília), o júri tocou três vezes o sinal para informar que tomou uma decisão sobre a responsabilidade do médico na morte do cantor.

O júri "alcançou um veredicto que será lido às 13h00 (19h00 de Brasília) em ponto", afirmou o tribunal em um breve comunicado. A leitura será televisionada ao vivo e transmitida pela internet em todo o mundo.

Murray, um cardiologista de 58 anos, é acusado de homicídio culposo pela morte do cantor de "Thriller" devido a uma intoxicação de medicamentos, em 25 de junho de 2009.