Pai de Amy Winehouse diz que a cantora morreu após convulsão

De acordo com o site TMZ, durante uma entrevista ao jornalista Anderson Cooper, da CNN, Mitch Winehouse, pai de Amy, afirmou que ela travava uma luta contra a dependência química e que, aos poucos, estava conseguindo vencê-la. A conversa vai ao ar na próxima segunda-feira (12) pela CNN.

Mitch também disse que ficou feliz com o resultado dos exames, que detectaram que a cantora não consumiu drogas no dia da morte. Segundo ele, a causa teria sido uma convulsão - consequência do tratamento de desintoxicação que ela havia se submetido. "Ela fazia tudo em excesso e acabou usando os medicamentos contra a dependência em excesso também", afirmou.

A cantora morreu no dia 23 de julho, de causa ainda desconhecida. Desde então, seus discos aparecem nos primeiros lugares das paradas dos mais vendidos e tocados nas rádios.