José Padilha vai fazer filme sobre a tríplice fronteira

O diretor brasileiro José Padilha, conhecido por ter feito a sequênciaTropa de Elite, vai fazer um filme sobre a tríplice fronteira entre o Brasil, a Argentina e o Paraguai, informou nesta quarta-feira (25) o site Hollywood Reporter.

Tri-Border será financiado pelo diretor e contará com o roteirista de Gran Torino, Nick Schenk. A história será centrada em um agente de uma base anti-narcóticos de Boston, que, contra sua vontade, é mandado ao Paraguai, por ter detido o filho de um senador com drogas em uma operação.

O roteiro irá explorar as diferentes organizações criminosas na fronteira entre os três países, enquanto o protagonista se esforça para entender o lugar para capturar um traficante poderoso e, assim, voltar para casa.

"A ideia é ter um filme político escondido em um filme de ação, um longa que possa entreter e ensinar às pessoas sobre a tríplice fronteira e as organizações criminosas internacionais", escreveu Padilha em um e-mail enviado da região onde ele e Schenk estão fazendo pesquisas.

"Como você pode escrever sobre a tríplice fronteira sem nunca nem ter visto o lugar?", escreveu Schenk também do local.

Padilha considera que Tropa de Eliteseja filme mais local, enquanto Tri-Border - que será em inglês - traz um tema de consequências internacionais.

A região também deve ser tema do longa Triple Frontier, que está sendo feito por Kathryn Bigelow, vencedora do Oscar de Melhor Direção por Guerra ao Terror