Fundador da Motown planeja fazer musical sobre sua vida

Berry Gordy, fundador da gravadora Motown, poderá ser tema de um musical na Broadway. A informação foi divulgada pelo The Guardian.

Segundo o veículo, Gordy está desenvolvendo um musical autobiográfico com orçamento de US$ 100 milhões. Ele fundou a Motown - a primeira gravadora nos Estados Unidos a ser chefiada por um negro - em 1959 e construiu um império musical com base em um método disciplinado de fazer hits. A gravadora foi a responsável por lançar artistas como Smokey Robinson, Stevie Wonder e Jackson Five.

"Berry quer fazer isso há muito tempo. Essa é sua chance, ele tem o dinheiro e investidores", disse uma fonte não identificada. O musical, que deverá se passar em Detroit, estará contextualizado no período das contestações e dos movimentos de defesa civil durante os anos 60.

Gordy já teria feito uma parceria com Kevin McCollum, que produziu o musical de sucesso Rent, e com o ex-presidente da Universal Music, Doug Morris. A produção contará com clássicos de Diana Ross, Smokey Robinson e outros artistas da gravadora.