Ricky Martin: "pensava que homossexualidade fosse algo maligno"

Ricky Martin, que impressionou as fãs ao assumir sua homossexualidade em 2010, contou ao jornal The Guardian que não foi nada fácil aceitar-se como gay. "Eu pensava que a homossexualidade era algo maligno e lutava contra o fato de ser gay", disse.

O cantor portorriquenho admitiu que passou muitos anos reprimido. "Eu precisava enloquecer as garotas e fazer sucesso como um símbolo sexual. Era impossível dizer que eu era gay há alguns anos".

Ricky Martin disse que já conseguiu superar o sentimento de que homossexualidade seria algo "errado". "A ideia que eu tinha na cabeça antes era de que ser gay era malígno. Agora tudo o que eu tenho na mente é amor".