Ex-BBB Serginho critica STF por julgamento sobre união de homossexual

Após o julgamento de união estável de homossexuais no Superior Tribunal Federal (STF) ter sua sessão suspensa na tarde de quarta-feira (4), o ex-BBB Serginho, que é homossexual assumido, se declarou insatisfeito com a atenção dada pela instância do Poder Judiciário à questão.

Segundo ele, o Tribunal demora muito para discutir questões como essa, que afetam grande parte da população. "Eu acho lerdo da parte deles", diz. "Para outros assuntos, tudo é tão fácil, eles são tão imponentes. Quando é para tratar da união homoafetiva, não", esbraveja.

O julgamento engloba um conjunto de processos que poderão selar o reconhecimento de direitos civis para casais homossexuais e abrir caminho para a garantia, por casais gays, de práticas como a adoção, o recebimento de herança e pensão e o direito de tornarem-se dependentes em planos de saúde e de previdência.

Na quarta-feira a sessão foi interrompida pela ausência do Ministro Marco Aurélio Mello, que passou mal. O julgamento será retomado na tarde de quinta (5).