Ex-morador de rua ganha casa do Gugu e processa Record

SÃO PAULO - O ex-morador de rua Julio César Lourenço da Silva, conhecido por Piu Piu, que ganhou uma casa no Programa do Gugu, no final de 2009, está processando a Record. Segundo o advogado do rapaz, José Maria Lopes, a emissora teria declarado à Receita Federal que pagou cerca de R$ 1,3 milhão a Piu Piu e reteve R$ 310 na fonte.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o advogado diz que o ex-morador de rua não recebeu este dinheiro. Além disso, comentou que não possui sequer a escritura da casa que ganhou, avaliada, segundo ele, em R$ 180 mil, tendo somente a energia elétrica em seu nome.

Julio pede indenização de R$ 7 milhões por danos morais, uso indevido de imagem e verbas rescisórias, caso fique comprovado vínculo empregatício. À coluna 'Outro Canal', a Record diz que fez uma ação social com o rapaz e que não declarou o valor de R$ 1,3 milhão à Receita.