Britney Spears é processada em US$ 10 milhões por marca de cosméticos

 

Britney Spears foi processada em US$ 10 milhões por ter descumprido o contrato com a marca Brand Sense, que lançaria seu perfume oficial. A informação foi divulgada pelo Daily Mail.

Segundo o veículo, a cantora teria ignorado uma parceria com a Brand Sense para lançar seu perfume, Radiance, e assinado um contrato com a famosa empresa de cosméticos Elizabeth Arden.

"Britney secretamente fez um acordo com a Elizabeth Arden, em um esforço para escapar de suas obrigações com a Brand Sense. Britney, indevida e ilegalmente, cortou a Brand Sense do negócio", diz um trecho da ação.

Com isso, a Brand Sense - com quem ela tinha um contrato de US$ 15 milhões por ano - perderia o direito de obter uma comissão de 35% sob qualquer fragrância da cantora.

De acordo com a Brand Sense, o pai de Britney, Jamie, teria reclamado do alto valor da comissão, insistindo que não iria pagá-la.