Michel, do 'BBB 10', não quer mais saber de Tessália e Karen

O publicitário Michel, que participou do BBB 10, falou com o Terra nesta quarta-feira (13) sobre sua análise da 11ª edição do reality show da Globo, que estreou nessa semana, e seus erros e acertos quando esteve confinado. Ele afirmou que não fala mais com Tessália, com quem se envolveu dentro da casa, mas não quis dar detalhes sobre seu rompimento, e alfinetou Paula, do BBB 11, que falou mal dele na terça.

Romance 

Michel considera que ter ficado com Tessália logo no começo do programa foi um erro, mas algo que rolou naturalmente. "Eu fiquei caidinho por ela logo no começo. Se eu entrasse lá hoje faria diferente, ia segurar mais, deixar aquele suspense do romance rolando até o limite. O povo adora isso, é como uma novela", afirma. Mas ele ressalta que se envolver romanticamente dentro do BBB tem pontos positivos. "No primeiro momento você está pegando um aliado, porque lá dentro você fica com medo de todo mundo. É alguém que não vai votar em você, com quem você pode combinar estratégias. E a gente fica muito carente lá."

Sobre as declarações de Paula, que na quarta falou mal dele com os companheiros de BBB 11, dizendo que ele traiu a namorada com Tessália dentro da casa, ele esclarece: "me falaram disso no Twitter. Eu já ouvi muito esse papo, mas o que pouca gente sabe é que antes de entrar, eu conversei com ela (a ex Karen Pilla) e a gente tinha entrado num acordo pra se separar, pra eu poder fazer o que quisesse lá dentro, e ela fazer o que quisesse aqui fora, e a gente conversaria depois. Mas a Paula... ela tem o direito de falar o que quiser, mas depois vai ver o que é todo mundo falando dela." Ele afirmou que quer distância tanto de Tessália quanto de Karen, mas não quis falar sobre o rompimento com a curitibana.

"É enlouquecedor" 

Sobre sua experiência dentro da casa, Michel disse que o confinamento é "enlouquecedor". "Lá você come mal, dorme mal, tem aquelas luzes na sua cara o tempo todo. Aí você pira mesmo. Depois você se vê lá dentro e pensa 'como eu fui fazer aquilo?' Com certeza o Dourado se deu bem por já ter estado lá antes, é aquele lance do aluno repetente mesmo. E todo mundo estava assustado com ele. Ele mesmo também ficava muito louco por estar preso lá dentro. Mas acho que ele mereceu ganhar."

Ele conta que a amizade com Serginho ajudou muito no seu equilíbrio emocional dentro da casa, e eles são amigos até hoje. "Todo mundo que era mais próximo de mim foi indo embora, e desde o começo eu e o Serginho nos demos muito bem. Acho que aqui fora eu nunca reagiria dessa forma, me apegando tanto, mas lá dentro você enlouquece."