Feira do Livro de Frankfurt: Brasil será convidado de honra em 2013

Jorge Luis Borges, grande admirador das sagas islandesas, certamente ficaria feliz com a escolha da Islândia para suceder a Argentina no ano que vem como convidado de honra do Feira do Livro de Frankfurt, a maior do mundo.

Na feira de 2013, será a vez do Brasil - notícia confirmada na quinta-feira pelos organizadores da feira.

"Todo mundo está olhando para o Brasil, e já está na hora de nós também colocarmos este país no centro", afirmou Juergen Boss, diretor da feira.

Ele disse que, com exceção de nomes popularizados no mundo todo, como Jorge Amado e Paulo Coelho, escritores brasileiros foram "muito pouco traduzidos na Alemanha".

"Temos muito trabalho a fazer", destacou.

Em relação à Islândia, um pequeno país de apenas 320.000 habitantes, Boss explicou que sua "cultura é muito interessante", e que boa parte da população "não apenas lê, mas também escreve".

"Os livros são parte de sua herança e muitos livros islandeses estão sendo traduzidos atualmente", indicou, classificando o país como "um dos mais literários do mundo".