Cheryl Cole é ameaçada de morte por eliminar favorita do 'X-Factor'

Mais uma vez, a cantora Cheryl Cole é ameaçada de morte. Segundo noticiado pelo tabloide The Sun nesta quarta-feira (6), uma mensagem começou a circular pelo Reino Unido via BlackBerry acusando a cantora de racismo, por ter eliminado Gamu Nhengu, que é negra, do programa X-Factor. Ela era considerada uma das favoritas.

Na mensagem, a pessoa diz que Cheryl cometeu o maior erro de sua vida e que, se não conseguir chegar até ela, irá vitimar qualquer garota que tenha o mesmo nome. A forma de ataque seria à bala.

Tudo começou no fim de semana, quando a cantora, que tinha que escolher três candidatas dentre oito para a próxima fase do programa, acabou aprovando candidatas consideradas não tão boas, em detrimento de Gamu Nhengu, cujas apresentações vinham sendo consideradas perfeitas.

Uma das aprovadas, por exemplo, se embaralhou toda durante a audição e desatou a chorar, desesperada por conta do mal desempenho. O assistente de Cheryl nas audições e integrante do grupo Black Eyed Peas, Will.I.Am, teria inclusive ameaçado eliminar a candidata, mas a colega saiu-se em sua defesa.

A escolha da cantora gerou muitas críticas. Mais de 25 mil pessoas teriam aderido a um grupo da rede social Facebook protestando contra a eliminação da candidata.

Esta é a segunda vez que Cheryl recebe ameaças. Em agosto deste ano, um homem de 32 anos foi condenado na Escócia a dois anos de prisão depois de ameaçar matar a cantora, por meio de cartas. Ele chegou a dizer que colocaria uma bala na cabeça da cantora por ocasião de uma apresentação dela com sua banda, Girls Aloud, em Glasgow, no ano passado.