McCartney escreve carta para George Michael, que está preso

O ex-beatle Paul McCartney escreveu uma carta de próprio punho para o colega George Michael, que está preso em Londres desde o dia 14 de setembro. Michael foi condenado a oito semanas de prisão por porte de maconha e dirigir sob o efeito de drogas.

Na carta, de duas páginas, McCartney diz que quer ver Michael em breve e o aconselha a "manter a cabeça erguida". Segundo uma fonte ouvida pelo tabloide The Sun, o cantor preso ficou feliz com a carta e a lê e relê sem parar.

O ex-beatle se solidarizou com George Michael pois ele mesmo já foi preso por porte de maconha, e ficou 10 dias preso em Tóquio, no Japão, em 1980.