Cirurgião plástico idealiza como Maria Antonieta seria atualmente

Agência AFP

PARIS - O estilista francês Jean-Charles de Castelbajac entregou a um cirurgião plástico um retrato de Maria Antonieta e pediu que o médico submetesse a imagem a uma cirurgia estética de acordo com o gosto de franceses, americanos e russos.

O desafio do estilista foi feito ao dr. Marc Divaris, um célebre cirurgião plástico, que, através de fotos e trabalho com argila, estudou as transformações para chegar a rostos mais de acordo com nossa época.

Os três resultados desta experiência estão sendo exibidos numa galeria de arte de Paris desde sábado, como parte da amostra "A tirania da beleza".

As três cabeças em gesso, enfeitadas com perucas e maquiagem, levaram três meses para serem concluídas.

A versão francesa de Maria Antonieta permite reconhecer sem sombra de dúvidas a rainha de origem austríaca. O queixo duplo desapareceu, as maçãs do rosto estão levemente afundadas, os olhos apenas retocados, enquanto que o nariz e a boca estão intactos. "É a mais próxima do original", afirmou Castelbajac.

O busco feito segundo o gosto americanao modifica o nariz, que é mais reto, os lábios, preenchidos com botox, e as maçãs são mais realçadas.

Em compensação, a Maria Antonieta russa é quase irreconhecível, com maçãs mais exageradas e a boca ainda mais grossa.