Maria Bethânia e Maria Gadú entre os destaques do Grammy Latino 2010

Agência AFP

HOLLYWOOD - As cantoras brasileiras Maria Bethânia e Maria Gadú estão entre os destaques da 11ª edição do Grammy Latino, cuja cerimônia de premiação será celebrada em 11 de novembro em Las Vegas (oeste dos EUA), anunciou a Academia Latina de Gravação, em anúncio feito no clube Avalon, em Hollywood.

Maria Bethânia disputa o prêmio de "Gravação do Ano", com "Tua". Já Maria Gadú foi indicada em duas categorias, Melhor Artista Revelação e Melhor Álbum de Cantor e Compositor, com "Maria Gadú".

A canção gravada por Bethânia, de composição de Adriana Calcanhoto, concorre ainda ao prêmio de Melhor Canção Brasileira, junto com "Há de ser", de Jorge Vercillo; "Litoral e Interior", de Sérgio Santos; "Quebra-mar", de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro; e "Tantas Marés", de Edu Lobo e Paulo César Pinheiro.

Jorge Vercillo e Dori Caymmi concorrem ainda na categoria Melhor Álbum de MPB, com "D.N.A" e "Inner World", respectivamente. Gilberto Gil também concorre em duas categorias: em Melhor Álbum de MPB, com "Banda Dois", e Melhor Álbum de Música de Raízes Brasileiras, com "Fé na Festa".

Na categoria Melhor Álbum Instrumental, Yamandú Costa e Hamilton de Holanda competem com "Luz da Aurora"; ao lado de Arthur Maia ("O Tempo e a Música") e Paulo Moura e Armandinho ("Afrobossanova").

João Donato e seu trio concorrem na categoria Melhor Álbum de Jazz Latino, com "Sambolero". Gilberto Gil concorre na categoria de Melhor Álbum de Música de Raízes Brasileiras, com e Dori Caymmi no de concorrem também em duas categorias.

Entre os artistas com maior número de indicações este ano destacam-se o uruguaio Jorge Drexler, o espanhol Alejandro Sanz, o mexicano Mario Domm, do grupo de rock Camila, e o dominicano Juan Luis Guerra, com quatro indicações cada.

Uma das surpresas deste ano foi a indicação do roqueiro argentino Gustavo Cerati, em coma desde maio, nomeado em duas categorias, de Melhor Álbum de Rock, com "Fuerza Natural" e Melhor Canção de Rock, com "Deja Vú".

O cobiçado Gramofone dourado de Álbum do Ano tem na disputa artistas de diferentes estilos: Bebe, com "Y".; Miguel Bosé, com "Cardio"; Camila, com "Dejarte De Amar"; Juan Luis Guerra, com "A Son De Guerra"; e Alejandro Sánz, com "Paraíso Express".

O uruguaio Drexler, ganhador do Oscar de melhor canção em 2005, disputará os prêmios de Gravação do Ano e Canção do Ano com "Una Canción Me Trajo Hasta Aquí"; Melhor Álbum de Cantor e Compositor por "Amar La Trama"; e Melhor Vídeo Musical Versão Longa por "La Trama Circular".

Ganhador de nove Grammy Latinos e dois Grammy, Juan Luis Guerra, voltará a competir pelo prêmio de Álbum do Ano e Melhor Álbum Tropical contemporâneo por "A Son De Guerra"; e Melhor Canção Tropical e Melhor Vídeo Musical Versão Curta por "Bachata En Fukuoka."

Já o espanhol Alejandro Sánz disputará o prêmio de Álbum do Ano e Melhor Álbum Vocal Pop Masculino por "Paraíso Express", e Gravação do Ano e Canção do Ano por "Desde Cuando".

O anúncio dos indicados ao Grammy Latino, em Hollywood, contou com a participação de apresentadores do trio pop Camila, do compositor cubano Arturo Sandoval, do cantor e compositor Alex Cuba, da porto-riquenha Kany Garcia, do dueto de pop/rock JotDog e o cantor Mario Quintero Lara (de Los Tucanes de Tijuana).

"Este prêmio é único porque não está baseado na popularidade, nem nas vendas; é concedido por um grupo de colegas da música que fazem parte da Academia e colaboraram em um processo de busca da integridade e da excelência artística", disse Gabriel Abaroa, presidente da Academia Latina de Gravação.

Segundo Abaroa, "este ano, é especialmente renovador ver o maior número de profissionais criativos que jamais participaram do processo de premiação, que reconhece colegas da música, enquanto ao mesmo tempo o Latin Grammy inicia uma década de existência".

A décima primeira edição dos Grammy Latinos será celebrada em 11 de novembro no hotel Mandalay Bay de Las Vegas (Nevada, oeste), e segundo os organizadores, o show será transmitido para cerca d