Viena recebe grande retrospectiva da pintora mexicana Frida Kahlo

Agência AFP

VIENA - Uma das maiores exposições dedicadas à pintora mexicana Frida Kahlo (1907-1954) será aberta ao público nesta quarta-feira em Viena, depois de ter recebido 240 mil visitantes em Berlim entre maio e agosto.

"Das 130 pinturas a óleos de Frida Kahlo, expomos 60, e no total 150 obras. É uma exposição importante e notável da artista mexicana", afirmou a diretora do Kunstforum, sede da mostra, Ingried Brugger.

Além dos óleos, que incluem autorretratos, são exibidos desenhos, obras menos conhecidas e mais pessoais.

Outros quadros, como o primeiro autorretrato da artista, são exibidos ao público pela primeira vez.

Uma sala da exposição é dedicada a fotografias de Frida Kahlo, que mostram a pintora em casa e no ateliê.

Os sofrimentos físicos e morais da artista, que contraiu poliomelite quando tinha 10 anos e sofreu um grave acidente aos 20, marcam toda sua obra e são percebidos nos objetos pessoais expostos na mostra.

A retrospectiva de Frida Kahlo permanecerá aberta ao público em Viena até 5 de dezembro.