Ney Matogrosso faz show beneficente no Theatro Municipal

JB Online

RIO DE JANEIRO - O cantor Ney Matogrosso sobe ao palco do Theatro Municipal pela primeira vez com show próprio em noites beneficentes. Com apoio institucional do RioSolidário Obra Social do Rio de Janeiro que tem à frente a primeira-dama do Estado, Adriana Ancelmo Cabral, Beijo Bandido será apresentado nos dias 30 e 31 de agosto em prol das ações do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase Morhan, no Rio de Janeiro.

- Sou imensamente grata à sensibilidade dos nossos colaboradores que, através de suas doações irão viabilizar diversos projetos voltados para o combate ao preconceito e a eliminação da hanseníase, agradece Adriana Ancelmo Cabral, presidente de honra do RioSolidário.

As doações serão aplicadas na realização de ações educativas em todo o Estado, visando reduzir a incidência de portadores de hanseníase; obras de melhorias nos ambulatórios nas colônias de Curupaiti e de Itaboraí e na construção de um museu sobre a doença.

O Brasil é o primeiro país no mundo em incidência de hanseníase, seguido pelo Nepal e Timor Leste, e o segundo em números absolutos da doença. A cada ano são detectados 40 mil novos casos no país, porém 8% a 10% desse total acabam ficando com sequelas, devido ao tratamento tardio, embora a hanseníase tenha cura em 100% dos casos.

Voluntário do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase, há 10 anos, Ney Matogrosso se diz orgulhoso em dedicar as duas apresentações à causa.

Numa atmosfera de sedução presente na linguagem corporal do cantor, o artista incursiona pela música brasileira interpretando sucessos como Tango pra Teresa, sucesso nos anos 70; os sambas-canções Segredo e De Cigarro em Cigarro; Fascinação, de Elis Regina; Doce de Coco, de Hermínio Bello; Invento de Vitor Ramil, cuja letra originou o título Beijo Bandido.

(Informações da Assessoria de Imprensa)