Série 'Spartacus: blood and sand' estreia no Globosat HD

Da Redação, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Uma mistura de 300 com Gladiador e Sin city. Foi assim que os americanos definiram a série Spartacus: blood and sand, um projeto ambicioso do canal Startz que fez enorme sucesso ao ser lançado em janeiro deste ano na TV dos Estados Unidos. Combinando ação, efeitos gráficos e sequências de batalha espetaculares, a superprodução estreia neste sábado, às 23h, no canal Globosat HD.

Em 13 episódios, a série traz uma nova visão do clássico conto sobre o escravo que liderou uma rebelião contra a República Romana, 73 A.C., envolvendo mais de 120 mil homens. A história ficou conhecida no cinema com o épico Spartacus, protagonizado por Kirk Douglas, em 1960.

A trama revisitada gira em torno de Spartacus e seu treinamento no Ludus de Batiatus, uma espécie de centro de aperfeiçoamento de gladiadores. Traído pelos romanos, forçado à escravidão e renascido como gladiador, ele é tirado de sua terra natal, afastado de sua mulher e condenado ao brutal mundo das arenas.

A série foi rodada em ambientes virtuais, utilizando as últimas técnicas de filmagem digital.

Foi muito emocionante pegar o mais inspirador e amado personagem de todos os tempos, reinventá-lo e trazer à vida para uma nova geração de telespectadores conta Sam Raimi, um dos produtores executivos da série e diretor da trilogia Homem-Aranha.

Andy Whitfield vive o personagem-título, Spartacus, um guerreiro Trácio que luta para retornar à sua esposa depois de ser vendido como escravo para uma escola de gladiadores. Nascido na Inglaterra e atualmente morando na Austrália, o ator já teve atuação destacada em séries dramáticas como McLeod's daughters, Packed to the rafters, The strip e Out of the blue, além de filmes como Gabriel e The clinic, todas produções australianas.

Lucy Lawless interpreta Lucrécia, dona do Ludus com seu marido, Batiatus, vivido por John Hanna. O casal passa por dificuldades financeiras quando compra Spartacus com a esperança de que seu talento como lutador vai ajudá-los a recuperar o status no mundo das competições entre gladiadores. A atriz ficou conhecida no Brasil por fazer o papel-título da série Xena: A princesa guerreira.

O elenco traiz ainda Erin Cummings como a sacerdotisa Sura, mulher de Spartacus; Peter Mensah como Doctore, o mais leal escravo de Batiatus; Manu Bennett como Crixus, principal gladiador de Batiauts; Antonio Te Maioha como Barca, guarda-costas de Batiatus e seu assassino particular; Craig Parker como Glaber, um comandante romano.

Os episódios, com uma hora de duração cada um, serão exibidos sempre aos sábados, às 23h, com reprise às quintas, à meia-noite.