Homem que ameaçou Cheryl Cole de morte pega 2 anos de prisão

Portal Terra

GLASGOW - Alan Linton, 32 anos, que ameaçou matar a cantora Cheryl Cole, foi condenado a dois anos de prisão pela Suprema Corte de Edinburgo, capital da Escócia. A informação é do site ContactMusic.com.

Ele enviou cartas ameaçadoras a jornais escoceses dizendo que colocaria uma bala na cabeça da cantora por ocasião de uma apresentação dela com sua banda, Girls Aloud, em Glasgow, no ano passado.

O homem, que sofre de problemas mentais, também enviou cartas similares aos gerentes do estádio de futebol Celtic Park, também em Glasgow, dizendo que iria explodir o local.

A princípio, Linton havia sido condenado a 33 meses de detenção, mas o juiz reduziu a pena porque o homem acabou confessando as ameaças.