Guillermo del Toro desiste de dirigir "O Hobbit"

Agência AFP

LOS ANGELES - O cineasta mexicano Guillermo del Toro desistiu de dirigir o filme "O Hobbit", em consequência dos atrasos na produção provocados pelos problemas financeiros do estúdio Metro Goldwyn Mayer (MGM).

"Depois de dois anos de viver, respirar e elaborar um mundo tão rico como a Terra Média de Tolkien, devo, com grande pesar, abandonar a tarefa de dirigir este filme maravilhoso", afirma del Toro em um comunicado publicado no site "The One Ring", especializado na popular saga de "O Senhor dos Anéis".

"Como um dos roteiristas e diretor, desejo à produção boa sorte e serei o primeiro na fila para ver a obra finalizada", completou del Toro.

"Diante dos constantes atrasos nas filmagens de 'O Hobbit', devo enfrentar a decisão mais dura de minha vida", concluiu o diretor de 45 anos.

A ideia do estúdio é dividir a adaptação em duas partes, a primeira com estreia prevista para dezembro de 2012 e a segunda para 12 meses depois.

O diretor do aclamado "O Labirinto do Fauno" se mudou para a Nova Zelândia para escrever e dirigir o longa-metragem, sob a produção de Peter Jackson, diretor responsável pela saga "O Senhor dos Anéis".

Del Toro deve colaborar com os roteiros ao lado de Jackson, Fran Walsh e Phillippa Boyens.