Diretora Sandra Kogut discute o desemprego em Nova York

Marina Kezen, Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Estreia neste domingo no GNT, às 0h30 (com reprises na segunda-feira às 11h e às 21h), o documentário inédito Diário de uma crise, de Sandra Kogut. O filme, produzido para a televisão, conta a história de cinco personagens de diferentes faixas etárias que se vêem diante a crise econômica que abalou (e abala) os Estados Unidos.

Sandra Kogut diretora de longas premiados como Mutum (2007) baseou o filme em sua própria experiência em Nova York, para onde se mudou em agosto de 2008. A brasileira relata, neste filme, histórias de personagens que, como ela, tiveram que repensar seus valores, objetivos e até mesmo identidades.

Patrick Kelly, um jovem de 23 anos recém-formado em economia, luta para conseguir manter uma vida digna na cidade de Nova York. O personagem mais novo da trama encara a crise bem no momento em que pretende ingressar no mercado de trabalho e, desse modo, tem dificuldade em disputar cargos iniciais com profissionais muito mais qualificados que ele. Sem saber o que fazer com tanto tempo nas mãos, o jovem desempregado cria um blog onde os leitores devem postar, a cada dia, uma tarefa diferente para ele cumprir. Assim, Patrick deposita todo dia o encargo de preencher seu tempo livre na decisão de outras pessoas, que atuam como se fossem seus chefes.

Ao mesmo tempo, Cara Weissman, uma ex-diretora de reality shows, agora sem emprego, se vê forçada a reduzir gastos ao mínimo e suas refeições consistem em amostras grátis que ela consegue em supermercados de luxo.

Igualmente desolados estão Erin Oates, uma senhora cuja idade mais avançada atrapalha o seu reconhecimento na área de comunicação e marketing, e Kwan, um filho de imigrantes africanos que teve uma juventude brilhante Mas quando seu futuro promissor em Wall Street dá errado, ele se vê obrigado a voltar para a casa da mãe, no Bronx. Por fim, temos Channing Sanchez, que aos 51 anos e uma longa carreira como vendedor de jóias na Tiffany's, tenta uma nova vida como DJ depois de ser despedido.