Modelo Natalia Vodianova vira Medusa em superprodução 3D

Michelle Achkar, Portal Terra

SÃO PAULO - Parece que a carreira de atriz é uma evolução natural da espécie das modelos. Até Gisele Bündchen se apresenta como atriz, modelo e ativista ambiental - nessa ordem - no site da sua marca de beleza.

Pois agora é a russa Natalia Vodianova que alcança as telonas numa superprodução. Ela vive Medusa, o ser da mitologia grega com cobras no lugar dos cabelos e que petrifica quem olha diretamente em seus olhos no filme "Fúria de Titãs" ("Clash of the Titans"), refilmagem do clássico de 1981.

O diretor Louis Leterrier teria escolhido a top russa porque buscava uma beleza mítica para ser mostrada no filme antes da transformação em Medusa, pela deusa Afrodite que era incomodada com sua extrema beleza.

A sexta modelo mais bem paga do mundo, segundo a Forbes, contracena com Sam Woethington (protagonista de "Avatar", que vive Perseu), Ralph Fiennes (Hades) e Liam Nesson (Zeus) na trama clássica da mitologia grega que mostra como Perseu, filho mortal de Zeus, embarca numa viagem para salvar Andrômeda, vivida por Alexa Davalos.

Antes da superprodução em 3D da Warner Bros, cuja estreia no Brasil está prometida para dia 21 de maio, Natalia, que ocupa a terceira posição como modelo ícone pelo site Models.com, fez pontas nos filmes "CQ", de 2001, e na produção russa "Probka".