Artista plástico promove ciclo de palestras sobre seu trabalho, no Rio

JB Online

RIO DE JANEIRO - A Fundação Eva Klabin recomeça no dia 23 de março seu ciclo de discussões através de pesquisas universitárias. O primeiro encontro do projeto mensal Plataforma de Pesquisa tem a presença do artista plástico e pesquisador Milton Machado para apresentar seu trabalho de doutorado na London University (Goldsmiths College), intitulado Depois de História do Futuro: (arte) e sua exterioridade . O ciclo de palestras consiste em trazer para a FEK artistas plásticos e críticos atuantes no circuito das artes para apresentar suas teses já defendidas com uma linguagem acessível para o grande público.

O trabalho parte de modelos observados na ciência, na tecnologia, na arquitetura e no design, para examinar casos o da arte em particular em que objetos que existem extraordinariamente promovem a produção de um conhecimento que questiona o objeto ordinário e o modelo ordinário; em que o trabalho excede, muitas vezes para superar, subverter, mesmo trair, sejam quais forem as funções prescritas no projeto, respondendo, e dando origem, mais do que ao desígnio original.

Há também casos em que resultados e respostas muitas vezes são excessivos, inesperados, de impossível (e desaconselhável) prescrição; em que as narrativas muitas vezes escapam aos roteiros pré-programados da maestria e do controle; em que o trabalho significativo invariavelmente projeta sua exterioridade; em que os objetos operam por meio de deslocamentos, seja do sítio [site] e das condições para a produção de arte, seja dos significados do trabalho, da arte mesma ativados por essa produção.

De acordo com o coordenador do projeto e curador da Fundação Eva Klabin, Marcio Doctors a atividade pretende discutir as teses fora das salas de aula, fazendo circular a produção de pensamento relacionada às artes. É muito interessante promover um ciclo de debates sobre os mais variados assuntos como tivemos nos eventos anteriores, onde foram abordados temas como a construção de monumentos aos judeus mortos no Holocausto e as narrativas críticas e históricas da modernidade . O projeto conta ainda com a consultoria de Gloria Ferreira, doutora em História da Arte.

Serviço:

PLATAFORMA DE PESQUISA

Local: Fundação Eva Klabin, Av. Epitácio Pessoa, 2480 Lagoa.

Data: Dia 23 de março, terça-feira, às 17h30.

Valor: Entrada Gratuita.

Capacidade: 80 lugares. Para garantir seu lugar, reservas com antecedência nos telefones 3202-8554 / 3202-8550 / 4141-9240 e 8236-1825 ou pelo email: [email protected]

Site: www.evaklabin.org.br

(Com informações da Assessoria de Imprensa)