Corpo do músico João Melo é enterrado em Aracaju

Portal Terra

ARACAJU - Foi enterrado nesta quarta-feira, no Cemitério Colina da Saudade, em Aracaju, o corpo do músico João Melo. Ele morreu ontem aos 89 anos vítima de uma infecção generalizada.

Nascido em Salvador no dia 24 de junho de 1921, João Melo foi morar em Sergipe com os pais aos 3 anos. Aos 19, a convite de Silvio Caldas, ele desembarcou no Rio de Janeiro, onde se apresentou pela primeira vez, no dia 23 de junho de 1941, na Rádio Tupy, no Rio de Janeiro.

João Melo trabalhou durante 12 anos na Companhia Brasileira de Discos, que representava os discos da Phillips, Polydor e Fontana. Como produtor, trabalhou na Som Livre no final da década de 70. Foi na Som Livre que ele lançou o alagoano Djavan, entre outros músicos de destaque.

A trilha sonora da primeira novela gravada a cores, O Bem Amado, também foi produzida por ele.