Recursos do PAC das Cidades Históricas estão assegurados

Paula Laboissière, Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro da Cultura, Juca Ferreira, afirmou nesta quinta-feira que os recursos para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas estão assegurados.

Ao participar de entrevista a emissoras de rádio durante o programa Bom Dia, Ministro, Juca destacou que não haverá disputa entre os municípios selecionados pelo governo 173 no total e que todos serão beneficiados. A ideia do PAC, segundo ele, é desenvolver ações que integrem as cidades históricas ao plano de desenvolvimento brasileiro.

Pela primeira vez, o patrimônio histórico não está sendo tratado de forma isolada, mas como um ativo econômico. Precisamos integrar essas cidades a outras políticas e ter ações integradas e transversais , disse. Para o ministro, a ausência de proteção do patrimônio histórico brasileiro pode provocar um processo de degradação e uma perda da identidade histórica desses centros urbanos.

Ele lembrou que a pasta já disponibiliza linhas de crédito para financiar e estimular a recuperação de imóveis e disse que, com o PAC das Cidades Históricas, será possível ampliar esse atendimento, de modo que o proprietário passe a ser um parceiro e não um adversário .

Juca garantiu ainda que não haverá conflito na recuperação de locais públicos e privados já que as obras não vão analisar peças individuais, mas sim conjuntos que garantam a qualidade urbana dessas áreas. Teremos o patrimônio público e privado convivendo lado a lado , afirmou.

O ministro ressaltou, entretanto, que o governo federal não será bem-sucedido se não trabalhar as propostas de melhoria das cidades históricas com os governadores e prefeitos.