Morre aos 103 anos o escritor espanhol Francisco Ayala

REUTERS

MADRI - Morreu nesta terça-feira em sua casa em Madri, aos 103 anos, o escritor e acadêmico espanhol Francisco Ayala. O corpo será cremado, segundo um porta-voz da Fundação que leva o seu nome.

Ayala é considerado um dos maiores intelectuais da Espanha do século XX. Autor de obras como "El boxeador y un ángel", "Historia de la libertad", "Muertes de perro", "Historia de macacos" e "Cervantes y Quevedo", Ayala recebeu vários prêmios, entre eles o Cervantes, o mais importante das letras hispânicas, e o Príncipe de Astúrias das Letras.