Babá diz que Michael era viciado em remédios

JB Online

DA REDAÇÃO - Em entrevista ao jornal britânico 'The Sunday Times', Grace Rwaramba, que trabalhou para Michael Jackson por 17 anos e foi babá de seus três filhos, contou que o astro era dependente de remédios e frequentemente tinha que fazer lavagem estomacal no artista após ele ter consumido comprimidos em excesso.

Grace, de origem ruandesa e de 42 anos, deve ser interrogada pelas autoridades como testemunha sobre a morte do cantor. "Houve um período em que ele estava tão mal que não deixei que as crianças o vissem. Ele sempre comia pouco", contou a babá.