Michael Jackson: DJs cariocas preparam fim de semana especial

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO - A morte do cantor Michael Jackson inspirou os DJs do Rio a prestarem homenagens especiais ao astro neste final de semana em seus sets.

Na festa Clint Eastwood, que acontece hoje à noite no Cine Glória, o DJ Lúcio Branco confirma que vai tocar Jackson no set list que preparou.

Com certeza eu vou botar Michael Jackson na pista. Na minha opinião, Of The Wall, de 1979, produzido pelo Quincy Jones, é o melhor álbum da carreira dele e eu vou tocar.

O DJ Edinho, residente da festa Paradiso, promovida pela Casa da Matriz, em Botafogo, também vai tocar o astro.

Eu sempre toco Michael Jackson. Mas, por se tratar da morte dele, devo tocar mais músicas do que o habitual. Nada de chavões, vou escolher músicas do início da carreira, como State of shock , um dueto do Michael com o Mick Jagger. Essa música reflete bem o momento, já que a morte dele não era esperada explica Edinho.

Ídolo

Aldemar Matias, pseudônimo do DJ Sir Dema, da festa Soul Baby Soul, diz que está particularmente abalado pela morte de Jackson.

Não dá para acreditar. Eu tenho 50 anos e, por isso, acompanhei toda a carreira de Michael Jackson. O primeiro disco que eu curti foi Go back Indiana, que foi produzido pela Motown (histórica gravadora de Black Music). Eu pensei: é isso. E daí por diante, descobri Michael várias vezes. A morte dele parou o mundo diz Sir Dema, que vai tocar em uma festa em homenagem a Jackson no próximo dia 5, no Clube Democráticos.