"Ainda há muito a ser contado", diz pai de Michael Jackson

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Após três horas de uma necropsia que não trouxe detalhes conclusivos sobre a causa da morte do cantor Michael Jackson, Joe Jackson, pai do popstar, questionou a falta de informações até o momento.

"É isso que estamos tentando descobrir agora", disse Joe Jackson ao site da revista People. O pai do cantor afirmou que quer saber das autoridades se a morte do popstar está relacionada ao uso excessivo de medicamentos.

"Estamos tentando descobrir estas informações. Quando ficarmos sabendo, vamos avisar vocês", completou.

O patriarca da família Jackson ainda alertou que a história está longe de ser concluída. "Ainda há muito a ser contado. É isso que posso dizer para vocês agora. A verdade ainda está para ser contada", finalizou.

Adeus ao rei do pop

Os rumores sobre a morte de Michael Jackson começaram a aparecer por volta das 13h (horário de Los Angeles), 17h em Brasília, da última quinta, 25 de julho, quando uma ambulância foi chamada para socorrer o cantor em sua casa, no bairro de Bel Air. Momentos depois da chegada de Jackson ao UCLA Medical Center, o site de celebridades TMZ publicou a notícia de que o cantor havia morrido. Em seguida, o jornal Los Angeles Time confirmou a informação. A morte de Jackson só foi oficialmente divulgada por volta das 15h (19h em Brasília), quando o Instituto Médico Legal da cidade confirmou a morte do ídolo pop. O tenente Fred Corral, porta-voz do IML local, disse à rede de televisão CNN que Jackson foi declarado morto às 14h26 (18h26 em Brasília).