Universidade recebe mostra gratuita de filmes de animação inéditos

JB Online

DA REDAÇÃO - Nesta quinta-feira, a partir das 10h, fãs de filmes de animação vão poder assistir gratuitamente a algumas das mais criativas produções estudantis brasileiras e internacionais na Universidade Veiga de Almeida (UVA-Tijuca). Serão 31 trabalhos inéditos selecionados e premiados pelos júris profissional e popular na última edição da mostra competitiva do Festival Brasileiro Anim!Arte, também conhecido como Festival Estudantil de Animação.

O Festival Anim!Arte é um dos maiores do gênero na América Latina e terá entre os títulos exibidos alguns nacionais, como A Velha Verdade , de Luiz Gustavo Del Duca e Francisco Brito ( Universidade Veiga de Almeida), O Povo Atrás do Muro de Marconi Loures de Oliveira ( Universidade Federal de Minas Gerais) e O Buraco , de Fabiano Baptista (Pós Graduação em Animação 3D Universidade Veiga de Almeida) ; além dos internacionais Attraction , de Rochinta Platts (Norwich Scholl Art & Design - UK) e o Light My Fire de Martinus Klemet ( Estonian Academy of Arts - EE).

Criado em 2001, o concurso busca incentivar o crescimento profissional e artístico de animadores e alavancar o aumento de produções do gênero, premiando os autores e seus trabalhos em dinheiro e divulgando-os em todo o país. O nosso mercado está crescendo e novas oportunidades surgem para quem pretende trabalhar com audiovisual e novas mídias visuais. Cada vez mais instituições de ensino estão oferecendo cursos de graduação, pós-graduação, cursos técnicos e cursos de extensão voltados para esta área , afirma Alexandre Juruena, um dos coordenadores do Festival.

O endereço da UVA na Tijuca é rua Ibituruna, 108, Sala 217 - Campus Tijuca. Mais informações no número: (21) 2574-8888

O Anim!Arte

O Festival Anim!Artefoi foi criado há oito anos. Ao longo deste período, o evento, que começou voltado ao público universitário, passou a contar também com a participação de curtas produzidos por alunos dos ensinos Médio e Fundamental, além de animações desenvolvidas no exterior.

Anualmente, a mostra competitiva recebe em torno de 150 inscrições, do Brasil e de países como Alemanha, Canadá, Inglaterra, Israel, África do Sul e Estados Unidos. A votação é feita através de um júri profissional (composto por professores, profissionais de artes visuais, desenhistas, animadores, cineastas e jornalistas) e um popular, com o público do evento. Os títulos selecionados no festival, que têm duração aproximada de 4 a 5 minutos cada, são exibidos alguns meses depois, em Mostras Itinerantes (não-comerciais) realizadas em escolas, universidades, Organizações Não-Governamentais (ONGs) e centros culturais brasileiros.