John Squire nega reunião dos Stone Roses

JB Online

RIO - O ex-guitarrista da banda britânica Stone Roses John Squire negou os boatos, divulgados pelos jornais ingleses, de que a banda estaria para se reunir em comemoração aos 20 anos de lançamento de sua estreia, Stone Roses.

Divulgou-se na terça-feira que a banda faria 21 shows pela Grã-Bretanha, além de uma aparição no festival Coachella, no mês que vem.

Ao New Musical Express, um porta-voz do músico disse que, se houver uma reunião, ele não estará envolvido. E que um reencontro dos músicos é infundado, do ponto de vista do guitarrista.

- Squire não pode falar no lugar dos demais músicos, mas não está iniciando nenhuma reunião ou turnê com eles - garantiu a fonte.

O fato é que o músico não teria tempo para se dedicar a uma volta, caso a banda fizesse um retorno. John, que além de músico também é artista plástico, inicia uma exposição chamada Heavy Metal Semantics em julho, na Galeria Oldham, na Inglaterra em 5 de julho - Squire afirma ser esta sua maior exposição. E também começa outras mostras na Áustria e em Tóquio. Em janeiro, o mesmo NME noticiou que a concentração do artista está toda nas artes plásticas durante 2009. E afirmou também que, por causa disso, não tem tocado guitarra.

Concentrado no preparo de seu novo disco solo, o líder Ian Brown não quis nem falar sobre os rumores.

Considerada uma das bandas mais influentes do rock britânico dos últimos tempos, os Stone Roses despertaram a atenção da crítica e do público graças à sua estreia, Stone Roses, em 1989. A expectativa por um novo dsico foi tamanha que só em 1994 o grupo retornou com um novo disco, Seocnd coming, que não fez tanto sucesso. Entre os grandes hits do grupo, estão Fool's gold e Elephant stone. Uma edição comemorativa de 20 anos do disco, com faixas a mais, está para sair.