Novo álbum do U2 pode ser número 1 britânico

REUTERS

LONDRES - O novo álbum da banda irlandesa U2, No line on the horizon, está destinado a liderar as paradas britânicas no fim de semana, revelaram na terça-feira números da indústria musical e a Official Charts Company (empresa oficial que traça as listas de maiores sucessos), devido aos 65 mil exemplares vendidos em seu primeiro dia nas lojas.

A expectativa é que o 12º álbum gravado em estúdio pela banda seja um dos maiores do mundo pop em 2009, e suas vendas fortes podem ser um incentivo para uma indústria que luta para reverter a tendência de queda nas vendas de discos físicos.

A Official Charts Company (OCC) disse que, nos dois primeiros dias da nova semana nas paradas, No line on the horizon já vendeu mais de quatro vezes o número de cópias de seu rival mais próximo, de modo que tudo indica que pode ser o álbum mais vendido do ano até agora.

A estatura do U2 e o blitz de publicidade que antecedeu o lançamento de No line..., na segunda-feira, virtualmente garantiram ao álbum o lugar de nº 1 na Grã-Bretanha. Mas o número real de cópias vendidas será acompanhado com atenção.

A OCC não informou uma cifra, mas a publicação Music Week disse que as vendas no primeiro dia foram de mais ou menos 65 mil. Para um especialista no setor, é um número impressionante, mas não recorde.

Segundo a OCC, No line on the horizon será o décimo álbum do U2 a ser No. 1 na Grã-Bretanha, equiparando a banda aos Rolling Stones e Madonna, com um nº 1 menos que Elvis Presley. O recorde é dos Beatles - 15.

No line on the horizon é o primeiro álbum lançado pelo U2 em mais de quatro anos e está saindo pelo selo Universal Music Group, da Vivendi.

O último disco da banda, How to dismantle an atomic bomb, vendeu 9 milhões de cópias em todo o mundo.