Chilique de Christian Bale vira hit com o DJ Revolucian: "Não resisti"

Braulio Lorentz, JB Online

RIO - Mal-humorado crônico, o ator americano Christian Bale (Batman O cavaleiro das trevas) costuma rasgar o verbo (e principalmente os adjetivos) nos sets. Em junho do ano passado, protagonizou umas das maiores broncas da temporada durante as filmagens de Terminator salvation. O mesmo longa rendeu outro piti na semana passada. Nos dois casos, berros saíram da boca do ator graças a falhas da equipe, e fizeram com que cenas não pudessem ser aproveitadas. O DJ americano Lucian Piane viu nas falas impublicáveis de Bale a possibilidade de construir um hit para as pistas. Com arranjo hipnótico e produção de primeira, a faixa chegou a 2 milhões de acessos no YouTube em uma semana.

A gravação original era tão rica em musicalidade que não pude resistir explica Piane, em entrevista ao Jornal do Brasil.

Gosto de pegar algo que talvez seja negativo e transformar em algo que possa divertir. Se todos começarem a dançar, então não brigaremos!

Piane conta que não esperava tamanha resposta do público, mas diz que é divertido ser entrevistado sobre o feito:

Os Estados Unidos estão passando por uma baita recessão e as pessoas precisam desesperadamente de motivos para rir.

O autor do remix vive em Los Angeles e estudou composição musical na Universidade de Nova York. Depois de se formar, em 2003, passou a trabalhar com o compositor e produtor Marc Shaiman, que já recebeu cinco indicações ao Oscar e ganhou prêmios como Grammy, Emmy e Tony.

Ser tocado em clubes e ter tantos fãs é inacreditável comemora o DJ.

Eu não tinha ideia que chegaria a ser um hit com essa proporção, mas o remix tem me dado a chance de gente saber o que estou produzindo.

O próximo trabalho lapidado por Pian sai ainda no primeiro semestre. É o novo CD do ator e drag queen americano RuPaul, intitulado Champion.

Piane também deu sua cara a tapa em trilhas de filmes como Team America e Hairspray. Mesmo que volta e meia meta o dedo em músicas de filmes e séries de TV, é por meio de hits da internet que o produtor ganha cada vez mais popularidade. O engraçadinho compila suas crias nos sites www.revolucian.com e www.myspace.com/revolucian.

DJ e produtor, João Brasil criou o Funk da Luana versus Dado, um remix feito com falas dos dois atores. Ele conta como é feito o processo de cortar e colar batidas, entrevistas e outros sons.

É uma nova ferramenta de comunicação mesmo, de poder recortar e colocar o resultado na internet define o produtor.

Achei interessante. Não dá para fazer um lance muito elaborado para não perder o timing. O melhor mesmo é não fazer uma coisa super acabada. É a maior dificuldade: fazer o mais legal possível em menos tempo.

Para Wagner Martins, editor do site cocadaboa.com.br, a onda acontece nos primeiros dias, quando há uma corrida para surfá-la.

O assunto vira o interesse da semana e qualquer coisa relacionada que é feita a partir daquilo vai bombar também conta Martins.

É uma fórmula que não tem erro. O cara é oportunista por saber que terá audiência, mas tem seu mérito.

O membro do Cocadaboa explica que as primeiras ideias que se tem para parodiar geralmente se relacionam a conteúdos musicais ou de mistura de cenas conhecidas.

É a piada mais óbvia para qualquer vídeo desses. São legais, mas é o mais comum para um mashup diz Martins.

Além do remix dançante com os gritos de Bale, ele destaca a montagem feita com cenas do garoto David, que ficou famoso por causa dos vídeos em que relata seu cansaço após uma anestesia. Frases do garoto são intercaladas aos berros do ator reclamador.

DJ residente do Lounge 69, em Ipanema, Leo Janeiro achou graça no remix.

O cara está bem antenado reconhece Janeiro.

Ele foi sortudo. Não gostei, mas é interessante pegar o gancho de uma história e fazer rapidinho. Barraco sempre dá audiência e o cara foi rápido. A letra é engraçada. É legal a ideia.

Escute o remix:

Ouça a bronca:

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais