Programa 'Urbano' ganha mais interatividade em nova temporada

Fernanda Pereira Carneiro, Jornal do Brasil

RIO - O Urbano, do Multishow, estréia sua nova temporada quinta-feira, às 21h15, apostando num cenário em que o internauta serve de termômetro pautando os temas relacionados e o telespectador transita entre o espaços reais e virtuais.

Apresentadora do programa, Renata Simões atesta que a intenção é focar no mecanismo de união entre essas realidades e dar um passo a mais na união da TV com a internet.

A cara do programa foi renovada. Ele está mais dinâmico e mais picotado, como se estivéssemos na frente do computador abrindo janelas, indo de uma para outra adianta Renata.

Costumo dizer que o mundo está dividido em três telas: a do computador, a da TV e a do celular. Buscamos observar como somos afetados pela rede. Se algo existe só no real ou só no virtual não se torna pauta para o programa.

No primeiro episódio, Renata vai em busca de brechós online que foram criados com a evolução da internet. Ela mostra como é possível encontrar diferentes peças que podem fazer diferença no guarda-roupa de homens e mulheres.

Saindo do patamar estético para o intelectual, a apresentadora mergulha no universo do Crossbooking, uma troca de livros organizada virtualmente, em que o produto está ao alcance de qualquer um em diversos pontos da cidade. Basta cadastrar o código do objeto em um site informado na contracapa e deixar scraps, indicando onde o livro vai ser deixado após a leitura.

O interessante da internet é que ela abre um leque muito grande de assuntos a ser explorado diz.

Nessa trajetória, encontramos pessoas que vendem coisas próprias até aquelas que aglutinam diversos objetos e já garimpam como brechó.

Renata vai acompanhar ainda a segunda edição brasileira do Campus party, o maior evento de internet e novas tecnologias do mundo. No novo quadro Conectado ela dá dicas de sites curiosos na web, como o Daily mug shot (www.dailymugshot.com), em que o internauta pode tirar uma foto 3x4 por dia.

A tradicional conversa com os telespectadores pela webcam vai ser mantida, mas com um outro formato para que não haja exclusões. No site do programa, novas ferramentas vão ser oferecidas para que o público possa opinar nas pautas e sugerir outras, além do blog da apresentadora mais pessoal e mais linkado aos assuntos discutidos durante os programas.

A videoconferência criou a identidade visual do programa, mas reparamos que ela diminuía a interação pelo fato de que nem todo mundo poderia estar presente comenta Renata.

Teremos também quadros que começam no programa e terminam no site, assim aumentamos a área de participação do telespectador.

Os planos de Renata vão além da internet. Nas próximas edições do Urbano, a idéia é incluir o celular:

Tem que haver investimentos para executar certas idéias. Eu precisaria de um suporte técnico que vai além da emissora. Quem mexe com internet entende o que eu falo porque já passou por algum problema de rede. Temos muito o que evoluir nesse quesito, mas é uma vontade.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais