Morre a cantora Odetta, defensora dos Direitos Humanos

JB Online

NOVA YORK - A cantora folk Odetta Jones, conhecida por ter sido uma defensora dos Direitos Humanos, morreu aos 77 anos em Nova York.

Ela nasceu em Birmingham, Alabama, e ganhou fama cantando temas populares de donas de casa, trabalhadores e prisioneiros.

Durante a década de 50, ganha notoriedade e influencia artistas como Bob Dylan.

Odetta sofreu um ataque cardíaco depois de ter sido internada três semana antes por insuficiência renal.