Dado Dolabella e Tom Cavalcante estrelam quadro de humor

Fernanda Pereira Carneiro, Jornal do Brasil

RIO - Lembrado por tipos como o bêbado João Canabrava, o urso Pitbicha e o apresentador Tompete Justus, Tom Cavalcante agora interpreta a desaforada empregada Jarilene.

Ela estrela o especial de fim de ano da Record Louca família, que vai ao ar dia 22, após a novela Chamas da vida.

Com direção geral de Vildomar Batista, o projeto, desenvolvido desde 2007, motivou a emissora a investir na trama e a criar uma série semanal de 16 episódios.

Batista comenta que a partir de semana que vem três novas sinopses já vão ser escritas e que todas vão ter um contexto atemporal.

Tanto o especial como as demais histórias não vão ter ligações com Natal ou com alguma data específica diz o diretor.

Buscamos um assunto factual e essa proposta vai se estender aos outros episódios.

No primeiro capítulo, Jarilene quer casar, a história gira em torno de Gigi (Angelina Muniz) e Emílio (Paulo Figueiredo), um casal que perdeu tudo por causa da crise econômica do país.

Após descobrir que a empregada da casa herdou terras ricas em petróleo, eles vão tentar de tudo, até casar um dos filhos, o mauricinho Patrick (Dado Dolabella), com ela.

O pai de Jarilene, seu Raimundo (Zé Lezin), chega para deixá-los mais interessados na fortuna. Tom diz que Jarilene não tem papas na língua e revela que se inspirou numa antiga empregada para compor o personagem.

Sempre tive uma relação muito próxima com as funcionárias da minha casa e desde pequeno já as imitava relembra o ator.

A Jarilene é muito respondona e parece uma que trabalhou comigo. Quando eu perguntava Fulana, você pode apagar a luz da sala? , ela respondia: O senhor que venha apagar, porque não fui contratada para isso .

Se Jarilene quer emplacar o casamento, Patrick tem a responsabilidade de tirar a família da lama. O problema é que sua noiva Gabriele (Carolina Magalhães) descobre as suas puladas de cerca.

Mesmo descobrindo algumas coisas, a Jarilene tenta convencê-la de que foi um engano adianta Carolina.

O maior desafio nisso tudo é conseguir segurar as risadas durante a gravação.

Já Dollabela consegue driblar o impasse com facilidade. Feliz com o convite, o ator diz que o papel foi feito sob medida para ele.

Quero paz para 2009, esse era o personagem de que estava precisando afirma o ator.

Nada como uma boa comédia.

O elenco conta ainda com a irmã atrapalhada de Patrick, Leopoldina (Ticiane Pinheiro), o motorista folgado Rosenvaldo (André Mattos) e o esnobe mordomo Albert (Carlos Capeletti).

O Albert é refinado e a Jarilene é a rainha da carne assada brinca Capeletti.

O choque entre os personagens gera ainda mais humor.