Alejandro Sanz investigado por evasão fiscal

Coluna Heloisa Tolipan, JB Online

RIO - O cantor espanhol Alejandro Sanz deve estar de coração partido. E, em breve, pode ficar de mãos atadas. Ou melhor, algemadas.

O galã hispânico está sendo investigado pelas autoridades anti-corrupção da Espanha, acusado de ter enviado para o paraíso fiscal de Liechtenstein (um pequenino país da Europa) uma quantia, em 2002, sem ter declarado à receita federal.

Sanz também teria supostamente utilizado o sobrenome do pai (Sánchez Madero) para efetuar um depósito de $480 mil euros.

O pitelzinho também é investigado por supostas remessas feitas a outro paraíso fiscal, as Ilhas Caymán. Pelo menos, se for preso, Alejandrito poderá ser eleito o presidiário mais bonito da terra de Cervantes.