Grandes nomes do teatro são homenageados no Prêmio Contigo! de Teatro

Coluna Heloisa Tolipan, JB Online

RIO - Senhoras e senhores, tomem seus lugares, pois o espetáculo vai começar! Pois bem, na noite desta segunda-feira, na sede do Arquivo Nacional do Rio durante o 2º Prêmio Contigo! de Teatro não subiram ao palco dois ou três grandes nomes da arte, mas vários deles. Pela escadaria do local passaram feras como Marieta Severo, Marcos Caruso, Tarcísio Meira, Glória Menezes e Paulo Goulart. O evento premiou produções, atores, diretores e autores do segmento. Ao todo foram 10 categorias, sendo quatro delas premiada duas vezes - pelo júri de críticos e pelo voto popular. Na trilha sonora da premiação, André Abujamra apresentou as músicas que criou especialmente para o evento.A mestre-de-cerimônias foi Lilia Cabral, que, no seu melhor estilo humorista, deu o pontapé inicial para a premiação fazendo graça com a atriz Fernanda Torres, parceira de palco no ano anterior e ausente na festa desta edição.

- A Nanda abriu uma franquia e agora está terceirizando o serviço. Estou aqui só prestando serviço para ela! brincou Lilia, que logo emendou: Olha, vocês não estão sendo televisionados. Então, quem ganhar pode expressar seu sentimento. Quem perder também não precisa fazer cara de paisagem e sair aplaudindo. Isto aqui não é o Oscar.

Ao final da premiação, o roteirista Fernando Salem elogiou Lilia pela atuação. A atriz replicou de bate-pronto:

- Eu me senti super confortável. Fazer piada foi legal!

O destaque da noite ficou com a peça As centenárias, estrelada por Andrea Beltrão e Marieta Severo. A produção de Newton Moreno fechou a premiação com quatro vitórias. Entre os ganhadores que não estiveram presente e mandaram representantes estão o ator Wagner Moura, a cenógrafa Daniela Thomas e o diretor Felipe Hirsch. Outra a furar com o evento foi Nicete Bruno. A atriz estava escalada para apresentar a Melhor Atriz segundo o público, mas foi substituída pelo marido, que já havia apresentado o prêmio de melhor ator.

Confira abaixo os vendedores segundo o júri de críticos:

Melhor ator Wagner Moura, por Hamlet

Melhor atriz Andréa Beltrão, por As centenárias

Melhor espetáculo drama - Senhora dos afogados

Melhor espetáculo comédia - As centenárias

Melhor espetáculo musical nacional Beatles, num céu de diamantes

Melhor espetáculo musical em versão brasileira - A noviça rebelde

Melhor autor Newton Moreno, por As centenárias

Melhor direção Felipe Hirsch, por Não sobre o amor

Melhor cenário Daniela Thomas, por Não sobre o amor

Melhor figurino Marcelo Pies, por Hamlet

Os vencedores segundo o júri popular:

Melhor ator Marco Nanini, por O bem-amado

Melhor atriz Glória Menezes, por Ensina-me a viver

Melhor espetáculo drama - Hamlet

Melhor espetáculo comédia - As centenárias