Co-produção ítalo-brasileira tem boa cotação entre a crítica

Portal Terra

VENEZA - A co-produção ítalo-brasileira Birdwatchers, do diretor Marco Bechis, mereceu em geral classificação positiva entre os críticos italianos, mas não o suficiente para atingir a liderança para o Leão de Ouro.

A vantagem continua para a animação japonesa Ponyo on the Cliff by the Sea, seguida de perto pelo representante etíope Teza, o que não surpreende em se tratando de um filme que aborda a desastrosa invasão do país pelos italianos durante a chamada guerra da Abissínia.

O ranking é realizado por uma publicação especializada que circula diariamente durante o festival.

A apreciação média para Birdwatchers, que tem elenco e equipe com nomes brasileiros, é de três estrelas.

Mas há desde a cotação de duas, como a do jornalista do diário Il Manifesto, até quatro do La Repubblica, o que sugere estranheza pela diferença, já que ambos são veículos de tendência de esquerda, ou centro-esquerda, tendo em conta a vocação política e social da trama. Já o público gostou um pouco menos e ainda com opinião irregular.