Parentes de atores e autores ganham espaço em novelas

Portal Terra

RIO - Pais, filhos, irmãos, tios e sobrinhos de atores e autores ganham cada vez mais espaço nas novelas. É o caso recente dos filhos de Marília Gabriela, Cristiano e Teodoro Cochrane, que fazem ao mesmo tempo participações especiais em Beleza Pura e A Favorita, ambas da Globo.

Na trama das 19h, Cristiano é Rodrigo, irmão "morto" do personagem Felipe Cascudo (Gustavo Leão). Já Teodoro entra em A Favorita como Bruno, ex-noivo de Alícia (Taís Araújo).

Teodoro, o irmão mais novo, garante que é dele o pioneirismo na carreira de ator.

- Eu que comecei como ator nessa família. Agora, eles querem me imitar - brincou ele, em entrevista ao jornal O Dia.

Também na novela A Favorita há outro exemplo de parentesco na TV. Cláudia Ohana, longe das novelas desde Da Cor do Pecado (2004), e que tem um papel fixo na trama das 20h, é meia-irmã do autor João Emanuel Carneiro.

A parceria dos irmãos também aconteceu em Da Cor do Pecado, de autoria de Carneiro, em que Cláudia viveu um espírito que invadia o corpo de Zuleide (Vanessa Gerbelli). Ela ainda interpretou a ex-cortesã Dona Antônia em A Muralha, minissérie na qual o autor era colaborador.

Pai e filho, Reginaldo e Marcelo Faria dividem as telas pela primeira vez. Na verdade, há 18 anos, o veterano foi chamado para atuar ao lado do filho em uma única cena em Lua Cheia de Amor.

Em Beleza Pura, Marcelo (Robson) e Reginaldo (Olavo) são primos distantes. O filho confessou ao jornal Extra que fica pouco à vontade em receber palpites do pai nas cenas.

- Prefiro que ele fale em casa. Adoro ouvir os conselhos dele, que é um dos maiores atores do Brasil. Mas no estúdio, não - disse.

Reginaldo e Marcelo Faria podem se considerar privilegiados por atuarem juntos. Apesar do parentesco nas novelas não ser nenhuma novidade, poucos atores cruzam suas carreiras com a de filhos e irmãos.

Glória Pires, por exemplo, ainda não dividiu cena com a filha, Cleo, que atualmente integra o elenco de Ciranda de Pedra, da Globo.

Apesar de gerar inevitáveis comparações, o parentesco na TV é muitas vezes um ponto positivo. A atriz Maria Maya, por exemplo, e seu bom relacionamento com o pai, o ator e diretor Wolf Maya, já rendeu diversas participações em novelas. A última foi Cobras & Lagartos, em que Maya assinou a direção geral da novela.

Beth Goulart é outra atriz que se beneficiou da fama dos pais, Paulo Goulart e Nicette Bruno, no começo da carreia. Ela estreou na TV Tupi em 1976 ao lado deles e dos irmãos Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho.

Júlia Almeida, filha de Manoel Carlos, também sempre esteve presente nas novelas do pai.

Nem sempre artistas do mesmo sangue trabalham em uma mesma emissora. Max Fercondini é "concorrente" do irmão, Jean. Enquanto o primeiro está no elenco de Ciranda de Pedra, da Globo, o outro é destaque na novela da Record Caminhos do Coração - Os Mutantes.

O mesmo acontece com Bruno e Thiago Gagliasso. Os irmãos optaram pela mesma carreira, mas têm contrato com emissoras concorrentes. Bruno atua em Ciranda de Pedra e Thiago em Os Mutantes.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais