Grupo Mulheres de Hollanda recria Chico Buarque em vozes femininas

Leandro Souto Maior, JB Online

RIO - Chico Buarque é uma unanimidade. Principalmente entre as mulheres. Uma paixão que vai além da genialidade de suas composições e passa mais pelo seu carisma e olhos verdes (ou azuis?). Entre os homens, diz-se (de brincadeira, é claro) que se fossem traídos pela mulher, só não ficariam irados se fosse com o Chico Buarque. Uma unanimidade.

Nos palcos cariocas, mulheres têm se reunido para celebrar a obra do grande compositor. Pelo menos dois grupos dedicados ao seu repertório vêm se destacando: Mulheres de Chico e Mulheres de Hollanda. O primeiro destaca mais a percussão e começou como um bloco de Carnaval mas já se apresenta regularmente durante o ano. O segundo é formado por cinco cantoras e está lançando o primeiro CD e DVD nesta terça-feira, no Mistura Fina.

- As Mulheres de Chico são super fãs da gente, vão nos nossos shows. Não é um grupo vocal, são cantoras solistas com muita percussão, e é um trabalho super divertido - compara Karla Boechat, uma das Mulheres de Hollanda.

O grupo, formado ainda por Ana Cuba, Eliza Lacerda, Malu Von Kruger e Marcela Mangabeira, ficou três anos só ensaiando até estrear nos palcos em 2005. Além das releituras para arranjos vocais, elas também apostam em uma proposta cênica nos shows, com capricho nos figurinos, cenário e iluminação.

- Não é um grupo apenas vocal, no formato do Quarteto em Cy ou Boca Livre, que são meus ídolos de vocais. Também não é um musical. Nós nos transformamos nas personagens que o Chico canta. Em "O meu guri", por exemplo, somos cinco mães. Em "Mulheres de Atenas", temos cinco mulheres de Atenas - revela Boechat, uma 'chicólotra' assumida. Apesar de ser a idealizadora do projeto, ela diz que o repertório foi escolhido em conjunto.

- Primeiro separamos 150 músicas. Depois diminuimos para 60, e acabamos em 24. A idéia é que o repertório cresça. Depois de divulgar este DVD, que é o registro de um show no Teatro Municipal de Niterói, queremos fazer um novo CD no ano que vem, só que desta vez em estúdio, com outras músicas.

Na apresentação que foi registrada, as Mulheres de Hollanda são acompanhadas por poucos músicos, apenas um violão e percussão, justamente para valorizar as vozes, que juntas, formam acordes e funcionam também como elemento ritmico. Elas recebem no palco participações especiais, como Zé Renato, Claudio Nucci e o Quarteto em Cy, que por problemas de agenda, infelizmente não poderão comparecer no Mistura Fina. As novidades em relação ao DVD vão estar no repertório, que vai incluir músicas como "Anos dourados" e " Ela e sua janela", que não entraram na seleção final do lançamento.

- "Ela e sua janela" é do primeiro disco do Chico, e muita gente não a conhece. Vão até achar que é uma música nova, mas é só um 'lado B'! É do mesmo disco que tem clássicos como "Com açúcar, com afeto" e "Ela desatinou", que estão no DVD e vão estar no show - adianta Karla Boechat.

E o Chico Buarque, já foi a alguma apresentação do grupo ou ouviu o CD?

- Ele sabe da gente há muito tempo, mas ainda não demos a sorte dele estar no Brasil na ocasião de um show nosso. Enviamos o DVD, até para ele poder falar que está uma merda! Mas o Chico é super simpático à idéia, tanto que libera textos com sua voz, que usamos nos shows, entre uma música e outra. Espero que goste do DVD!