Para Mick Jagger, rock n´roll é como sexo em sua vida

JB Online

RIO - O líder dos Rolling Stones, Mick Jagger, apesar do seus 64 anos, é tão famoso por suas músicas quanto por suas conquistas no meio feminino. O astro, que estréia nos cinemas na próxima sexta-feira no documentário "Shine a Light" de Martin Scorsese, afirmou que sexo e rock n´ roll tem algo em comum, e você pode ter ambas as coisas em excesso.

- Rock n´Roll e tocar ao vivo podem ser muitos viciantes. Mas você tem que ser cuidadoso por que você não quer fazer isso o tempo todo - declarou o vocalista em entrevista ao tablóide The Sun.

Mick, que já cantou no Rio em 1995, 1998 e em 2006, com um público recorde na praia de Copabacana, comparou o rock com o sexo afirmando que "quando você é jovem e não está fazendo sexo você acha que está perdendo tempo". No entanto o músico afirmou que com a maturidade ele percebeu que tudo tem hora e lugar, tanto sexo quanto tocar ao vivo.

Segundo Mick apesar de admitir amar estar no palco, não é algo que ele quer fazer diariamente. E quando questionado sobre a forma física enxuta que exibe mesmo sendo um sexagenário ele diz que não há segredos:

- Quando as pessoas me perguntam como eu consigo ter esta forma eu digo que não há segredos. Após os 30 anos você tem que trabalhar o corpo e se exercitar na academia.