Mostra do fotográfo David LaChapelle estréia no Rio no próximo dia 6

JB Online

RIO - As fotografias sempre provocativas de David LaChapelle têm sido descritas de inúmeras formas. Suas imagens são comparáveis a obras de artistas dos movimentos surrealista, pop art, futurista, barroco e renascentista.

A exposição Heaven to Hell: Belezas e Desastres comprova a originalidade e o virtuosismo do trabalho desse americano nascido em Connecticut em 1969 e que deu seus primeiros passos ainda adolescente como fotógrafo da revista Interview editada por Andy Warhol. LaChapelle é autor da última foto de Warhol, tirada dois meses antes de sua morte em fevereiro de 1987.

A mostra fica em cartaz no Oi Futuro, podendo ser visitada gratuitamente de terça a domingo, entre 11h e 20h. A curadora internacional da exposição é Eva Grinstein.

E não são apenas as 25 fotos de LaChapelle que compõem a exposição: serão apresentados oito videoclips que ele dirigiu para diversos artistas (Moby, Macy Gray, Jennifer Lopez, Elton John, Gwen Stefani, Christina Aguilera e No Doubt), além de uma versão inédita no Brasil do documentário em longa-metragem Rize, que abriu o Sundance Festival em 2005, sobre o movimento sócio-cultural em torno do krumping, uma dança de rua surgida em Los Angeles.

O idealizador Chico Lowndes e o produtor executivo Guili Alves de Lima trouxeram Belezas e Desastres do Museu Malba de Buenos Aires para São Paulo e agora para o Rio. Para Lowndes, a chegada desta exposição é a oportunidade de conferir de perto um acervo que se conhecia, em grande parte, apenas dos livros e das revistas em que LaChapelle publica. A concepção da mostra é baseada na compilação explosiva de imagens do último livro de David LaChapelle, Heaven to Hell (2005), que completa a trilogia iniciada com LaChapelle Land (1996) e LaChapelle Hotel (1999). Neste trabalho, salta aos olhos a face surrealista e a visão crítica e ao mesmo tempo escapista que o fotógrafo tem da sociedade atual; em uma contraposição entre o testemunho de um mundo real e a criação de um mundo fantástico e absurdo. Em Heaven to Hell, ele, ironicamente, apresenta em suas clássicas imagens, contrastadas e ultra-saturadas, um espelho do nosso tempo, abordando fama, moda, pornografia e religião. São imagens que, a seu modo, questionam nossa relação com o famoso e o ordinário, bem como com o glamour e o status, incluindo-os em um contexto social. Independentemente do conceito propriamente dito, as imagens selecionadas também exploram ao máximo a composição cromática que tornou LaChapelle reconhecido por uma estética única, que une o barroco ao kitsch.

Serviço:

Exposição "Heaven to hell: belezas e desastres"

Fotos de David LaChapelle

Curadoria: Eva Grinstein

De 6 de abril a 4 de maio, de terça-feira a domingo, das 11h às 20h

Oi Futuro

Rua Dois de dezembro, 63

(21) 3131-3060

Entrada Franca