Músico cubano Israel 'Cachao' López falece em Miami

JB Online

MIAMI - O músico cubano Israel 'Cachao' López faleceu hoje em um hospital de Miami devido a um problema renal, informou o jornal 'El Nuevo Herald' em sua edição digital.

'Cachao', de 89 anos, que adoeceu na semana passada, se tornou uma lenda da música cubana com sua fenomenal habilidade com o baixo e se destacou por suas atuações musicais no mambo e no jazz latino.

López, que recebeu do bisavô o apelido 'Cachao', era um dos símbolos da música cubana e rei dos downloads pela internet e das improvisações ao vivo.

O músico começou aos sete anos a tocar percussão em sua cidade natal Cuba e depois passou para o instrumento de cordas, e compartilhou palcos com a inesquecível Celia Cruz e seu esposo Pedro Knight, assim como com o trombonista Generoso Jiménez, que também faleceu recentemente.

´Cachao' saiu de Cuba em 1962 com uma longa lista de sucessos e afirmou em entrevista à Agência Efe, em 2007, que se não fosse por seu compatriota e colega Dámaso Pérez Prado 'não teria escutado o mambo mundialmente'.

Sua primeira parada foi Madri, onde permaneceu um ano antes de emigrar para Nova York.

Trabalhou com Charlie Palmieri e Tito Puente, entre outros grandes músicos.

Nos Estados Unidos ganhou um prêmio Grammy, obteve um título de "Doutor Honorius Causa' pela Universidade de Berkley e até uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood.

Em 1993 o ator cubano Andy García produziu um documentário intitulado 'Cachao ... Como Su Ritmo No Hay Dos', sobre sua música.

Seu mais recente trabalho musical foi realizado com Gloria e Emilio Estefan no álbum da cantora '90 Milhas'.