Brasil protagoniza primeiro dia de festival de cinema uruguaio

Agência EFE

MONTEVIDÉU - O cinema brasileiro será o grande protagonista da estréia neste sábado do Festival Cinematográfico Internacional do Uruguai, que acontecerá até o dia 30 de março e terá 59 filmes de 21 nacionalidades concorrendo.

O longa do cineasta mineiro Cao Guimarães 'Andarilho', grande vencedor do Festival Internacional de Cinema de Las Palmas de Gran Canaria, na Espanha, inaugura no domingo as projeções no Uruguai, ao lado do documentário 'Diário de Sintra', de Paula Gaitán, viúva de Gláuber Rocha.

Também estréiam neste sábado os brasileiros 'Estômago', de Marcos Jorge, e 'A Via Láctea', da cineasta Lina Chamie.

Além disso, estão previstas as participações da gaúcha Fernanda Moro e do cineasta Paulo Nascimento, atriz e diretor de 'Valsa para Bruno Stein', respectivamente.

Além do Brasil, serão exibidos durante o festival filmes de Argentina, Colômbia, Cuba, Chile, Espanha, México, Portugal, Alemanha, Canadá, China (incluindo Hong Kong), Estados Unidos, Finlândia, França, Islândia, Israel, Itália, Japão, Reino Unido, Romênia e Turquia.

O festival se divide em quatro seções que incluem a mostra Internacional de Ficção (longas-metragens e curtas-metragens), a mostra Internacional de Documentários, Animação e Experimental; a mostra Informativa e o Espaço Uruguai, dedicado à produção local.

Paralelamente, serão apresentadas mostras monográficas dedicadas a produtores como o japonês Hiroshi Toda, uma seleção de projetos de diretores jovens italianos e os filmes premiados no festival argentino de Rosário.