Pai de Britney emite ordem restritiva contra amigo da cantora

Agência EFE

WASHINGTON - Sam Lufti, um dos amigos íntimos da cantora americana Britney Spears, recebeu nesta quinta-feira uma ordem de restrição que o obriga a manter distância da artista e de sua família, segundo documentos jurídicos divulgados.

A ordem foi emitida há três semanas por Jamie Spears, pai da estrela, e um advogado, os dois tutores de Britney após a estrela ter sido internada em uma clínica psiquiátrica do centro médico UCLA de Los Angeles, mas Lufti evitou receber a notificação.

A edição digital da revista 'People' indica que ele não pode se aproximar a menos de 228 metros da cantora, de suas casas e de seus bens.

O documento afirma que 'Lufti drogou Britney, cortou a linha telefônica de sua casa e jogou fora seus carregadores dos telefones celulares.

- A ordem foi entregue a Lufti esta manhã em seu apartamento de Los Angeles. Muitos o consideram o culpado da espiral de caos na qual a artista está imersa - acrescenta a 'People'.