EUA nega visto para Amy Winehouse participar da 50ª edição do Grammy

Agência AFP

LOS ANGELES - O Grammy celebra neste domingo seus 50 anos premiando os melhores da música americana em 2008, entre os quais se destacam dois favoritos, o rapper Kanye West e a cantora britânica Amy Winehouse, a quem os Estados Unidos negou o visto para assistir a festa que acontecerá no Staples Center de Los Angeles.

Entre os brasileiros, Gilberto Gil, Céu e Bebel Gilberto concorrem na categoria Melhor Disco de World Music. O ministro brasileiro da Cultura e seu "Gil Luminoso" disputarão com as conterrâneas Bebel Gilberto (por "Momento") e Céu (por "Céu"), junto com a cantora do Benin, Angelique Kidjo ("Djin Djin"), e a canadense Loreena McKennitt ("An Ancient Muse").

West, com oito, e Winehouse, com seis, lideram o número de indicações para os Grammy deste ano.

Mas a 'bad girl' do rock-blues, Amy Winehouse, "não cantará este ano na cerimônia dos prêmios Grammy", segundo informou The Outside Organisation, a agência que representa os interesses da artista.

- Infelizmente, seu pedido de visto para os Estados Unidos foi rejeitado pela embaixada americana de Londres - explica a nota.

Winehouse, que fez sucesso em todo mundo com o "Rehab" e seu refrão que diz "não, não e não" à idéia de se internar num centro de desintoxicação, está, paradoxalmente, acompanhando um tratamento em função de seu vício em drogas.

A outra estrela de domingo, Kanye West, de 30 anos, foi indicado na categoria Álbum do Ano por seu terceiro CD, "Graduation", enquanto que Winehouse será sua principal adversária na mesma categoria com "Back to black".

Amy Winehouse compete também na categoria mais prestigiosa do Grammy, o de Gravação do Ano, com por "Rehab", junto com Beyoncé ("Irreplaceable"), Foo Fighters ("The Pretender"), Rihanna com Jay-Z ("Umbrella") e Justin Timberlake ("What Goes Around ... Comes Around").

Winehouse também foi indicada na categoria de Artista Revelação do Ano, junto com Taylor Swift, Paramore, Ledisi e Feist.

Os veteranos também estão presentes nas indicações, como Herbie Hancock, Paul McCartney, Bon Jovi e Ozzy Osbourne.

Bruce Springsteen foi indicado na categoria de melhor álbum de rock, com seu "Magic", competindo, entre outros, com o ex-integrante do grupo Creedence Clearwater Revival, John Fogerty ("Revival"), e "Echoes, Silence, Patience and Grace", do Foo Fighters.

Na categoria de melhor álbum de rap, "Graduation", de Kanye West, tentará se imponer a "Finding Forever", de Common, "Hip Hop is Dead", de Nas, "T.I vs T.I.P", de T.I., e "Kingdom Come", de Jay-Z.

Curiosamente, uma das categorias "menores" vai chamar muita atenção este ano, a de Melhor Disco Falado, onde competem três ilustres políticos democratas: o pré-candidato democrata Barack Obama, o ex-presidente Bill Clinton e outro antigo chefe de Estado americano, Jimmy Carter.