Berlim: Rossellini se disfarça de inseto para falar de sexo

Agência EFE

BERLIM - A atriz italiana Isabella Rossellinni se disfarçou de vaga-lume, mosca e aranha, na estréia de seu novo filme, 'Green Porn', composto por três curta-metragens dirigidos por ela mesma, e nos quais narra os costumes amorosos destes três insetos.

Os curtas, com um minuto de duração cada, foram exibidos na mostra Panorama do Festival de Berlim, como aperitivo do filme 'My Winnipeg' de Guy Maddin.

Caracterizada como uma mosca doméstica, Rossellini explica que os membros de sua espécie vêem as coisas 'em câmara lenta', e que por isso os humanos 'nunca conseguem machucá-los batendo com o jornal'.

A atriz inclusive se atreve a 'montar' em uma congênere de plástico assegurando:

- Me acasalo várias vezes ao dia, a cada oportunidade e com a primeira fêmea que vejo.

No papel de vaga-lume romântica, Rossellini decide se 'acender'para tentar encontrar o par perfeito. Já como aranha, com seis olhos e oito braços, ela explica à câmera que os machos de sua espécie carecem de pênis.

"Green Porn', que foi concebido como vídeo para telefones celulares, mostra como a 'aranha-Rossellini' suja suas mãos com sêmen, se aproxima sigilosamente de uma fêmea, e introduz rapidamente as patas nos órgãos genitais desta antes de cantar vitória e sair correndo.