O premiado filme 'Crash - No Limite' vai virar seriado de TV

REUTERS

LOS ANGELES - 'Crash -- No Limite', o drama de teor racial carregado premiado com o Oscar de melhor filme em 2005, chegará à televisão ainda este ano sob a forma de um seriado criado para o canal a cabo Starz, informou o canal pago na segunda-feira.

O diretor, co-roteirista e produtor do filme, Paul Haggis, vai chefiar a equipe criativa do seriado, sendo produtor executivo, ao lado de Don Cheadle, que atuou em 'Crash' e dividiu o crédito de produtor do filme.

O executivo de programação da Starz, Stephan Shelanski, disse que existe 'forte possibilidade' de Cheadle retomar seu papel do investigador policial no seriado 'Crash', que, segundo ele, vai basicamente retomar a história do ponto em que o filme a deixou.

As filmagens do seriado vão começar nesta primavera americana, e a expectativa é que sua estréia aconteça ainda em agosto deste ano, segundo Shelanski. O canal a cabo premium, que pertence à Liberty Media Corp., de John Malone, encomendou 13 episódios de uma hora de duração, para começar.

Feito com orçamento relativamente pequeno, 'Crash, o filme', foi lançado pela Lionsgate Entertainment em 2005 e explorou as tensões étnicas e raciais no mundo urbano dos EUA através de uma série de tramas e personagens interligados. A Lionsgate vai co-produzir o seriado de TV.

O novo projeto será a segunda vez apenas em que um filme premiado com o Oscar de melhor filme é transposto para a TV como seriado. A primeira instância disso aconteceu com 'No Calor da Noite', de 1967, também dotado de temática racial forte e que estreou como drama na CBS duas décadas depois.

Além do Oscar de melhor filme, 'Crash -- No Limite' também recebeu um Oscar de melhor roteiro original, dividido por Haggis e Bobby Moresco, que também será produtor executivo do seriado.

Shelanski disse que prevê que Cheadle será instrumental para a contratação de alguns de seus colegas de elenco no filme para atuarem no seriado, pelo menos nos primeiros episódios.

Cheadle também ajudou a recrutar boa parte do elenco do filme, que incluiu Sandra Bullock, Matt Dillon, Brendan Fraser, Terrence Howard, o rapper Chris 'Ludacris' Bridges, Thandie Newton e Ryan Philippe.